São longos anos de caminhada junto ao Cooperativismo. Desde a minha juventude sempre estive engajado, estudando, me formando, informando e trabalhando a favor dessa filosofia de vida (veja mais > Ainor Lotério e o Cooperativismo). Nessa semana pude acolher, prestigiar e iniciar uma nova oportunidade em minha vida, o Mestrado em Gestão de Cooperativas, ofertado pela Escola de Negócios da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), com sede em Curitiba.

O cooperativismo não é um assistencialismo, mas uma atividade que busca atender às demandas dos associados. A cooperativa é um grande agente de desenvolvimento que se destaca pelo compromisso com os cooperados, seus familiares e com a comunidade. Prestando assistência técnica e creditícia, possibilita assim o aumento de produtividade, a diversificação e aumento da renda da propriedade (do associado e sua família).

Na Aula Magna – de abertura das atividades do curso – esteve presente o Engenheiro Agrônomo Sr. José Aroldo Gallassini, presidente da COAMO-Cooperativa Agroindustrial de Campo Mourão, falando sobre sua carreira profissional, até os dias de hoje, quando ocupa o cargo de Diretor Presidente da maior cooperativa da América Latina, da qual também é um dos fundadores. Segundo ele, quando se fala em cooperativa “não dá par fazer tudo o que você quer. Não se dá privilégio a ninguém. Todos devem receber o mesmo preço, tanto na venda quanto na compra. O pequeno e o grande devem ser tratados igualmente”. Também explanou sobre a existência da cooperativa como uma empresa que segue princípios e valores: “Cooperativa é empresa sim, ela paga impostos, distribui sobras, tem CNPJ. A ideia do não ser empresa vem muito dos tempos do filantropismo e do pensamento distorcido de alguns […] A cooperativa é uma empresa que segue princípios e valores e cada um tem um voto, independentemente do tamanho e do poder”.

Foi ouvindo essas palavras e muito mais, que pude perceber a beleza e certeza do meu caminho no cooperativismo. Atuando há muitos anos como palestrante cooperativista, participando de formações para associados, colaboradores, conselheiros fiscais, famílias, mulheres cooperativistas e para a juventude, hoje fortaleço ainda mais o meu laço cooperativo ingressando no curso de Mestrado em Gestão de Cooperativas.