No encontro de retomada das atividades da Associação dos Fiscais Federais Agropecuários do Rio Grande do Sul – AFAMA/RS.

Iniciando por essa pergunta “quanto tempo você pretende viver?” abordamos as seguintes linhas temáticas: a alegria de viver e sabedoria de envelhecer, o protagonismo e envelhecimento ativo no mundo atual, as “atitudes comportamentais positivas na terceira idade, a longevidade e a busca ativa da felicidade.

A palestra contou com a musicalização temática, quando o palestrante entrou pedalando e cantando a canção gaúcha “canto alegretense”, dando o tom da acolhida.

O conteúdo básico da palestra, tendo como pano de fundo as linhas temáticas mencionadas (alegria, atitudes, protagonismo do idoso, felicidade na terceira idade etc.) da sensibilização, quais sejam:
-Conceito positivo e ativo de envelhecimento, orientado ao desenvolvimento (consciência coletiva para investir e valorizar).
-Valorização da jornada, homenagem pelo legado e motivação humana intrínseca e extrínseca: não se pode ser novo fisicamente o tempo todo, mas se pode estimular todas as gerações a bem viver sempre.
-Assistência, autorrealização e dignidade humana.
-Reflexão sobre a vida, levando em conta o que há de mais valioso, a verdadeira alegria. Isto é, a alegria de uma existência que fale ao mundo que viver vale a pena.
-Dinâmicas de interação, musicalização e resgate cultural das épocas vividas.

O desenvolvimento da palestra se deu motivando reflexivamente os presentes sobre as saídas físicas, culturais, educativas e inclusivas com vistas à longevidade humana com vida de qualidade.

Num mundo de longevidade cada vez maior, onde os sistemas públicos de saúde e de previdência não suportam essa situação dentro de um padrão compatível com as necessidades e expectativas dos indivíduos, o planejamento da vida na terceira idade deve se tornar cada vez mais gênero de primeira necessidade.

As pessoas precisam se preparar para a longevidade e buscar viver mais tempo com vida de qualidade.

As mudanças normais que acontecem com a idade, a forma e a intensidade com que cada um vivenciará esses efeitos foram consideradas na palestra, que prendeu a atenção de idosos, gestores e familiares presentes.

Envelhecer faz parte da vida de todos nós, é um processo natural e enriquecedor para todas as pessoas. É preciso que mantenhamos sempre viva dentro de cada um a chama da alegria e do amor, pois assim conseguimos atribuir um colorido especial aos nossos dias em vista da longevidade humana.