Ainor Francisco Lotério

A cada momento temos uma novidade chegando ao mercado. Essa realidade exige dos profissionais do campo produtos agrícolas diferenciados daqueles produzidos no passado. Hoje temos uma produção de tecnologia avançada e acelerada, fazendo com que muitos gestores fiquem na poeira do atraso.

Pesando nisso, elaboramos algumas dicas poderosas de como melhorar a gestão da sua propriedade. Acompanhe abaixo as seguintes sugestões que separamos:

  1. Adquira com consciência

Uma vez certo agricultor me disse: “Os tempos mudaram muito e hoje se oferecem coisas demais na propriedade. Se a gente não se cuidar compra o que não precisa e bota dinheiro fora!”.

Muitas propriedades adquirem insumos, máquinas e equipamentos. Enfim, todo tipo de produtos e serviços que não são necessários para a propriedade. Com as novas tecnologias isso se torna mais comum. Por isso, é preciso se perguntar: Esse produto/serviço é necessário para o meu negócio? Quais os seus benefícios reais para a vida da propriedade?

Veja também
Vídeos de palestras para Agricultores com Ainor Lotério

  1. Faça um checklist

Consiste em uma folha de controle, que contém vários procedimentos, tarefas e ações. Seu objetivo é planejar, executar e analisar as atividades dentro da propriedade rural. É uma ferramenta de gestão, onde as tarefas devem ser administradas de acordo com as metas a serem alcançadas. Seja naquele mês, naquela safra ou no decorrer do ano. Ou seja, cada produtor constrói seu checklist conforme as disposições do seu negócio.

A pergunta que deve ser feita no dia anterior é: O que é preciso fazer amanhã? Quais são as prioridades?

Com a velocidade da comunicação moderna, é fácil perder o controle. Assim, com um checklist adequado, em pouco tempo aumentará os resultados na gestão da propriedade. O tempo atual exige. Acima de tudo, planejamento, organização e disposição.

  1. Não tenha medo do Agro 4.0

A agricultura e pecuária digital já é uma realidade na sociedade. O Agro 4.0 é a oportunidade de levar ao campo tecnologias que beneficiem a gestão do negócio rural. Para isso, existem aplicativos, softwares, drones, tecnologia de monitoramento em tempo real, entre outras.

Além de controlar melhor a produção, essas plataformas dinâmicas ajudam no acompanhamento das atividades rurais e na administração das finanças. Dessa forma, o empreendedor rural conseguirá obter retorno rápido e boa rentabilidade nos negócios. Além disso, com os processos automatizados, o produtor garantirá aos consumidores produtos de qualidade em menor tempo.

Deixamos abaixo link de uma matéria com alguns aplicativos gratuitos para você experimentar.
10 aplicativos gratuitos para impulsionar sua agricultura

  1. Adote uma visão sustentável

Cada vez mais o planeta dá sinais de cansaço. Nós, muitas vezes assistimos a isso e exigimos ainda mais. Percebemos que a sustentabilidade já está se tornando um valor humano. As buscas por produtos orgânicos aumentaram e o consumir está mais consciente referente ao alimento que chega a sua mesa.

Assumir práticas de gestão que não agridem o meio ambiente tende a fortalecer o negócio. O gestor que adota a sustentabilidade como valor para sua equipe e sua propriedade, está um passo a frente dos demais. Esse novo tempo exige adequação de pensamento e prática às coisas de um mundo globalizado.

Confira O Renascimento Rural e o Resgate da Agricultura Familiar

  1. Abra-se para a sabedoria financeira

Por fim, sabemos que todo gestor – seja na propriedade rural ou em outra atividade – tem a preocupação com a questão financeira. Todavia, dinheiro só é um problema para aqueles que desconhecem suas capacidades de gerar receitas e realizar despesas.

A sabedoria financeira nos leva a considerar os fatores de produção como nossos aliados. Assim, é possível criar uma relação respeito com o dinheiro, onde o mesmo será aplicado de forma a beneficiar o seu negócio, a sua família e toda a comunidade. Esse é o sentido de sabedoria, aplicar valores éticos e morais sobre o conhecimento que temos. Nesse caso, sobre a organização da vida financeira.

Não se pode mais investir ou custear as atividades da propriedade sem um conhecimento profundo do quanto se tem e se terá para gastar. Esse planejamento é essencial para a saúde financeira da família e da propriedade. Além disso, o retorno dos investimentos em benefícios é uma visão que precisa estar em nossos olhos.