A Palestra Comunicação Corporativa faz poarte dos Eventos de Formação Profissional/Aperfeiçoamento da Unimed Anápolis, levados a efeito em cooperação com o Sistema OCB/SESCOOP-GO.

O conteúdo programático, resumidamente, versou sobre o processo de comunicação – a importância do conteúdo, do tom de voz e da linguagem não verbal, poassando pelas ferramentas e estargégias modernas de comunidação, onde cada ser humano pode ser repórter de si mesmo, porém, sem a verdadeira noção do proder que tem a comunicação na vida das pessoas e instituições. 

ALGUNS PENSAMENTOS SOBRE COMUNICAÇÃO PESSOAL E CORPORATIVA, NO AMBIENTE INTERNO E EXTERNO REPASSADOS DURANTE A PALESTRA/TREINAMENTO:

  1. Comunicação é integração e não se faz com mágica, mas com a compreensão das linguagens e meios que, verdadeira e essencialmente, comunicam aquilo que é necessário.
  2. Uma corporação é uma empresa que reúne membros de uma mesma profissão (ou afinidade profissional), organizados sob regulamento comum e compartilhando os mesmos objetivos. Só terá melhoria contínua de desempenho se praticarem o comprometimento funcional com visão holística (inteira, completa).
  3. Comunicação corporativa é muito mais do que não falar mal da empresa ou dela falar bem. Ela é responsável pelo desenvolvimento, atualização e divulgação da visão interna e externa do negócio (trabalho).
  4. Para falar talvez haja alguns doutores, porém, para ouvir todos são doutores. Portanto, quem comunica deve fazê-lo bem. E só o fará se compreender o processo comunicativo no mundo corporativo, na sociedade e mundo global.
  5. As palavras que expressam ações revelam uma ligação intrínsecas com sujeitos, que exercem funções. Aí se se revela a coerência ou a incoerência entre retórica e práxis, ou seja, teoria e prática.
  6. Enfatizam-se três modos da linguagem (Humberto Ecco): a natural, a formal e a científica, e, claro, a relação entre ambas no processo de expressão humana. Por isso, a linguagem do povo é o seu espírito, e este, por sua vez, é a sua linguagem. Ela retrata a atividade do espírito e tende a transformar o som em expressão do pensamento.
  7. Falar difícil é fácil, mas falar fácil é difícil, pois o entendimento entre emissor e receptor depende dessa compreensão um do mundo do outro.
  8. Entende-se por comunicação a ação de transmitir uma mensagem e, eventualmente, receber outra mensagem como resposta.
  9. Entende-se por comunicação corporativa as relações com o público interno (estrutura diretiva e colaboradores diretos ou terceirizados) e externo (clientes, investidores, produtores de conteúdo, mídia) e sociedade (relações públicas, marketing e eventos).
  10. Muito mais do que falar sobre a empresa, a comunicação corporativa visa conhecer o ambiente interno e externo da organização: é a voz da empresa e o “quadro geral da sua gente da estrutura de funcionamento e de atendimento”.
  11. Uma boa e salutar comunicação corporativa ocorre quando se evita ruídos ou entraves ao processo:
    a) físicos: objetos e móveis barulhentos, equipamento disfuncional, ambiente externo excessivamente movimentado, etc.;
    b) psicológicos e corporais: relacionada ao desempenho de cada funcionário ou equipe (saúde mental e a inteligência emocional e rotina) e condições físicas que impedem a correta absorção de informações, como doenças, deficiências e desconfortos;
    c) técnicos: canal de comunicação ou técnica utilizada; solução desatualizada, disfuncional ou inadequada para os hábitos dos funcionários;
    d) linguísticas: incompatibilidade de linguagens (formação e hierarquia).
  12. Uma comunicação assertiva (pessoal ou corporativa) traz resultados positivos para a imagem ou marca, ajudando a estreitar laços de confiança com seus públicos-alvo, desde que se saiba emitir um conteúdo adequado, ouvir com atenção e responder com presteza, acompanhando as tendências do mercado e sociedade.
  13. É preciso dialogar intergeracionalmente (os mais experientes com os menos experientes), etariamente (da criança ao idoso) com clientes, funcionários, fornecedores, governos, organizações não governamentais, simpatizantes, críticos etc., para fortalecer a imagem da sua corporação e melhorar os resultados.
  14. Jamais perder der vista a diversidade e a sustentabilidade em todas as mensagens, projetos e ações.