logo ainor site

PALESTRA: “A ESSÊNCIA DO COOPERATIVISMO E SEU PODER DE TRANSFORMAÇÃO”- Sipat COOPERSERRA

Ainor Lotério Destaca Conhecimentos em Cooperativismo e Saúde e Segurança em Palestra Inspiradora, me palestra na COOPERSERRA – Cooperativa Regional Agropecuária Serrana. (Por Jeferson F. Bittencourt)*

 

O renomado palestrante Ainor Lotério compartilhou sua vasta experiência em cooperativismo e saúde e segurança durante uma palestra inspiradora intitulada “A Essência do Cooperativismo e seu Poder de Transformação”. Lotério, que possui uma sólida trajetória como extensionista rural e foi um dos fundadores de várias cooperativas, também é instrutor na área de doutrina e educação cooperativista, organização do quadro social, comunicação e liderança cooperativista.

Como engenheiro, Ainor Lotério entende profundamente as questões relacionadas à saúde e segurança no ambiente de trabalho, oferecendo uma abordagem completa e prática sobre o tema. Ele reforçou a importância da segurança, utilizando o slogan: “Segurança, um direito de todos, mas um dever de cada um.”(Diovana Velho Formiga, colaboradora da COOPERSERRA [http://www.cooperserra.com.br/#/sobre].

 

YouTube player

 

Durante a palestra, realizada com a parceria cooperativa do Sistema Ocesc/Sescoop-SC [https://sescoopsc.org.br/sescoop/], Lotério incentivou os participantes a identificarem e cultivarem suas habilidades únicas para uma vida mais plena e satisfatória. Ele explorou os princípios fundamentais do cooperativismo, destacando como esses valores podem ser aplicados tanto na vida pessoal quanto na profissional dos cooperados.

Lotério também abordou sobre “a magia da motivação e a inteligência da cooperação”, demonstrando como a cooperação pode potencializar a motivação individual e coletiva. Seu discurso inspirador deixou claro que o cooperativismo é um poderoso motor de transformação social e pessoal, capaz de promover um desenvolvimento sustentável e equitativo.

“A palestra foi um sucesso, motivando os participantes a aplicarem os valores cooperativistas em suas rotinas diárias e reforçando a importância da segurança no trabalho como uma responsabilidade coletiva. Ainor Lotério mais uma vez mostrou por que é uma referência na área, combinando conhecimento técnico e experiência prática para transformar vidas e comunidades.”(Jeferson F. Bittencourt). A plateia participou efetivamente durante toda a palestra, expressando satisfação ao final, conforme pode ser percebido nos elogios à Palestra de Ainor Lotério:
“O palestrante trouxe uma perspectiva única e valiosa sobre cooperativismo e saúde e segurança, no encerramento da nossa Sipat-Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho e promoção da saúde. Sua experiência prática e teórica proporcionou uma palestra enriquecedora que inspirou e motivou todos os presentes. Foi um privilégio contar com um palestrante de sua competência e dedicação.”(Coord. Cipa).
“A palestra do Ainor foi transformadora. A maneira como ele conecta os princípios do cooperativismo com a motivação pessoal e a segurança no trabalho é impressionante. Saí do evento com uma nova visão sobre como aplicar esses valores no meu dia a dia, tanto profissionalmente quanto pessoalmente.”(João Silva, cooperativista)
“Ainor Lotério é um verdadeiro mestre na arte de ensinar sobre cooperativismo e motivação humana. Ele não só transmitiu conhecimentos essenciais sobre cooperativismo, mas também conseguiu inspirar a todos nós a buscar uma vida mais plena e colaborativa. A palestra foi dinâmica, envolvente e repleta de vivências e dinâmicas envolventes e valiosos.” (Maria Oliveira, coop.)

*Assessor de marketing e TIC. 

Palestra: “Mulher: Motivação e Atitudes Transformadoras” – 1º Encontro da Mulher Rural (Epagri).

Evento Promovido por Epagri, SENAR-SC e Prefeitura de Otacílio Valoriza e Motiva Mulheres Rurais                   

Em um evento marcante realizado no município de Otacílio, promovido pela Epagri, SENAR-SC – Sindicato dos Produtores Rurais e a Prefeitura de Otacílio, 150 mulheres rurais, todas lideranças em suas comunidades, participaram de uma palestra inspiradora com o tema “Mulher: Motivação e Atitudes Transformadoras”.

Realizado no Salão da Igreja da comunidade de Vila Aparecida, o 1º Encontro da Mulher Rural em Otacílio Costa reuniu mais de 150 agricultoras. O evento foi organizado pela Epagri e Prefeitura Municipal, com apoio do SENAR-SC e sindicatos rurais. À tarde, ocorreu a premiação do 1º Concurso Fotográfico da Mulher Rural.

YouTube player

O ponto alto foi a palestra “Mulher: Motivação e Atitudes Transformadoras”, proferida por Ainor Lotério e Angela Melim, destacando autoconhecimento, equilíbrio, liderança e inovação. Ministrada pelo renomado palestrante Ainor Lotério, teve como foco central o brilho da mulher, combinando elementos de motivação, valorização e empoderamento feminino. Lotério, conhecedor profundo do meio rural e do público, destacou a importância da participação social das mulheres, a conscientização sobre a luta pelos seus direitos e a busca pela igualdade de gênero. Além disso, ressaltou o reconhecimento do valor profissional das mulheres, seus dons, habilidades e a necessidade de evolução em um mundo ainda marcacreen=”allowfullscreen”>do por desigualdades.

YouTube player

Foi visando impactar mais ainda durante a palestra que Ainor convidou a Professora Angela Melim, experiente e habilidosa comunicadora, professora e arteterapeuta, que apresentou (em tela e exercícios práticos) uma vivência riquíssima em significado (a árvore e a mulher). Angela envolveu todas as mulheres na criação de desenhos de árvores, comparando-as com a evolução da mulher nas diferentes estações da vida: primavera, verão, outono e inverno. Essa atividade proporcionou um momento de reflexão profunda sobre as diversas fases e desafios enfrentados pelas mulheres ao longo de suas vidas.

Esta palestra, realizada em conjunto por Ainor Lotério e Angela Melim, abordou diversos aspectos cruciais para a motivação e atitudes transformadoras das mulheres. Destacou-se a importância do autoconhecimento e empoderamento, equilíbrio entre vida pessoal e profissional, e educação continuada. Também foram enfatizadas a liderança feminina, resiliência, redes de apoio, saúde, inovação, impacto social e planejamento de futuro.

“Obrigado, Ainor, por nos lembrar da nossa força e valor. Suas histórias e músicas trouxeram um novo ânimo e nos fizeram acreditar que podemos conquistar ainda mais,” disse Ana, uma das participantes.

Lotério encantou a plateia ao cantar com seu violão, interagir com dinâmicas bem-humoradas e fazer as mulheres sorrirem e se emocionarem. Sua abordagem estimulou a introspecção e a projeção de força para fora, incentivando as participantes a cuidarem da autoestima e a praticarem a motivação diária para melhorar o brilho em suas vidas pessoais. A importância do pensamento positivo e das atitudes proativas foi enfatizada, especialmente no contexto da agricultura e em todos os espaços de atuação das mulheres. Noções de sucessão rural e cooperativismo foram também discutidas, evidenciando a relevância dessas práticas para a evolução pessoal e a participação ativa na vida empreendedora e sustentável das comunidades.

As participantes saíram do evento motivadas e com uma nova perspectiva sobre seu papel e potencial nas comunidades rurais, prontas para brilhar ainda mais em suas jornadas pessoais e profissionais.

“Gratidão, Ainor Lotério, por inspirar e motivar tantas de nós com sua sabedoria e alegria. Suas palavras nos fizeram acreditar ainda mais no nosso potencial!” declarou Maria, outra participante.

“Sua palestra foi maravilhosa, ficou registrada em nossos corações” (Letícia, participante)

*Jeferson Fernando Bittencourt, Assessor de Comunicação e TICs.* ‘

Encontro de Profunda Reflexão e Comprometimento: Diáconos: Portadores da Palavra, Construtores da Fé

Em um evento marcante para a Paróquia Divino Espírito Santo, o Diácono Permanente, Ainor Francisco Lotério, participou, com os Diáconos José Wilson, José Domingos e Luiz Lima, com entusiasmo e comprometimento, de um encontro de formação no CEAR-Centro de Evangelização Angelino Rosa, em Governador Celso Ramos–SC.
 
O evento foi promovido pela Comissão Arquidiocesana do Diaconato Permanente (CADIP), cuja missão é promover a orientação e a animação da vida e do ministério diaconal, enriquecendo a missão da Igreja.
O diaconato permanente, primeiro grau do sacramento da Ordem, é vivido de forma estável e não transitória, a serviço do Povo de Deus.
 
Durante o encontro, o conteúdo foi ministrado pelo Pe. Ciro, profundo conhecedor, com a participação ativa dos diáconos. Foi estudada a Dei Verbum, uma constituição dogmática em forma de bula pontifícia e um dos principais documentos do Concílio Vaticano II. Designada “constituição dogmática” por conter e tratar “matéria de fé”, a Dei Verbum aborda o delicado e complexo problema da relação entre as Sagradas Escrituras e a Tradição.
A participação dos diáconos da Paróquia Divino Espírito Santo foi enaltecida não apenas pela sua presença, mas também pelo seu compromisso em aprofundar seus conhecimentos e fortalecer sua missão na igreja.
A Paróquia Divino Espírito Santo se orgulha de contar com diáconos tão dedicados e comprometidos com a sua fé e missão, e celebra a participação deles neste evento tão significativo para a formação permanente na vida da igreja.

Palestra: COOPERATIVISMO: UM MOVIMENTO ORGÂNICO QUE GERA VIDA FORTE! (Feira de Negócios Agropecuários da COOPERCAMPI)

COOPERATIVISMO: UM MOVIMENTO ORGÂNICO QUE GERA VIDA FORTE!

Palestra ministrada durante a    — Feira de Negócios Agropecuários da COOPERCAMPI.  Ele é engenheiro-agrônomo, filósofo, teólogo e especialista experiente em cooperativismo, tem sido cada vez mais requisitado para eventos que promovem o desenvolvimento do cooperativismo e do setor agropecuário. Sua trajetória exemplar e seu conhecimento profundo fazem dele uma figura central nessas discussões, ajudando a orientar e motivar líderes e empreendedores do setor.

Ainor Lotério iniciou por apresente o “conceito coop” que diz: O cooperativismo é um movimento internacional que visa constituir para uma sociedade justa, livre e fraterna, em bases democráticas. Por meio de empreendimentos que atendem às necessidades reais dos cooperados e remuneram adequadamente cada um deles, o cooperativismo se destaca como uma força vital na manutenção e aceleração das ações cooperativas.

“Lotério não apenas discute teorias, mas traz consigo uma vasta experiência prática, enriquecida por sua atuação direta com cooperativas e produtores rurais. Ele compartilha percepções valiosos sobre como as cooperativas podem se fortalecer como movimento organizado, gerando impactos positivos que transcendem o aspecto econômico, alcançando também o social e o ambiental. Sua abordagem vai além do discurso acadêmico, oferecendo soluções concretas para os desafios enfrentados pelas cooperativas no cenário atual.”, comenta Elton José de Oliveira, Presidente da COOPERCAMPI

A 5ª FENACAMPI, realizada em Campinorte–GO, no Galpão de Fábrica de Ração da Cooperativa Regional Agropecuária de Campinorte–GO, com o apoio do Sistema OCB/GO, SEBRAE, SENAR/Sindicato Rural de Campinorte, não só proporcionou um espaço para networking e negócios, mas também foi uma oportunidade única para os participantes se atualizarem com as mais recentes técnicas e tecnologias do agronegócio. As oficinas e palestras oferecidas durante o evento abordaram temas cruciais como gestão sustentável, inovação tecnológica, e práticas agrícolas avançadas, beneficiando diretamente produtores rurais e cooperativas que buscam aprimorar sua eficiência e competitividade no mercado atual.

Resumindo os tópicos da apresentação, o palestrante e estudioso do cooperativismo fez menção à força do Cooperativismo, visto como questão de adaptabilidade e resiliência, unidade e harmonia e gerador de impacto duradouro, como a seguir expressa:

a) “O conceito de cooperação é uma força que gera e mantém a velocidade da ação nas cooperativas. Acreditar, negociar e participar ativamente da cooperativa são passos fundamentais para o nosso crescimento coletivo. Unidos, podemos fortalecer o cooperativismo e garantir um futuro de sucesso para todos nós. Comprar e vender em conjunto permite contornar os efeitos nocivos do comércio sobre aqueles em condições inferiores, promovendo um ambiente mais justo e igualitário.”

b) “A força do cooperativismo está na sua capacidade de adaptação às mudanças, como destacou Charles Darwin: “As espécies que sobrevivem não são as espécies mais fortes, nem as mais inteligentes, e sim aquelas que se adaptam melhor às mudanças”. Essa adaptação é essencial para a sobrevivência e o crescimento das cooperativas. O conceito de “vida forte” não depende do porte, mas sim da capacidade de adaptação e resiliência. Existir é lutar, e viver é vencer, refletindo a essência da vida cooperativa.

c) “O termo ‘orgânico’ no contexto do cooperativismo representa mais do que apenas práticas sem agrotóxicos ou fertilizantes. Refere-se a um movimento que é próprio de organismos vivos, que cresce e se desenvolve de forma natural e sustentável. A vida orgânica da cooperativa se manifesta em suas ações voluntárias e na conexão genuína entre seus membros, resultando em harmonia. Portanto, cooperados, uni-vos! Fortalecei vossa cooperativa! Construam um futuro próspero e mostrem ao mundo a força do cooperativismo.”

d) “Abraçados, lado a lado, na mesma causa, conseguimos criar um impacto duradouro e positivo em nossas comunidades. O cooperativismo é mais do que um sistema econômico; é um movimento orgânico que gera vida forte e sustentável. Juntos, podemos enfrentar os desafios e transformar o mundo através da cooperação. Vida forte não depende do porte, mas sim da união e do esforço coletivo de cada cooperado.”

Palestras – “Mulheres Cooperativistas e Empreendedoras: O seu brilho no Cooperativismo” e “Cooperativismo: Movimento Organizado Que Gera Vida Forte” (5ªFENACAMPI)

Palestras – “Cooperativismo: Movimento Organizado Que Gera Vida Forte” e “Mulheres Cooperativistas e Empreendedoras: O seu brilho no Cooperativismo” (5ªFENACAMPI) 
Por Jeferson Bittncourt – Assessor de Comunicação e TIC,s.

Durante a 5ª FENACAMPI – Feira de Negócios Agropecuários da COOPERCAMPI, foram ministradas duas palestras inspiradoras por Ainor Lotério, destacando-se “Cooperativismo: Movimento Organizado Que Gera Vida Forte” e “Mulheres Cooperativistas e Empreendedoras: O seu brilho no Cooperativismo”. Ainor Lotério, engenheiro agrônomo, filósofo, teólogo e especialista experiente em cooperativismo, tem sido cada vez mais requisitado para eventos que promovem o desenvolvimento do cooperativismo e do setor agropecuário. Sua trajetória exemplar e seu conhecimento profundo fazem dele uma figura central nessas discussões, ajudando a orientar e motivar líderes e empreendedores do setor.

Lotério não apenas discute teorias, mas traz consigo uma vasta experiência prática, enriquecida por sua atuação direta com cooperativas e produtores rurais. Ele compartilha insights valiosos sobre como as cooperativas podem se fortalecer como movimento organizado, gerando impactos positivos que transcendem o aspecto econômico, alcançando também o social e o ambiental. Sua abordagem vai além do discurso  acadêmico, oferecendo soluções concretas para os desafios enfrentados pelas cooperativas no cenário atual.

A 5ª FENACAMPI, realizada em Campinorte-GO, no Galpão de Fábrica de Ração da Cooperativa Regional Agropecuária de Campinorte-GO, com o apoio do Sistema OCB/GO, SEBRAE, SENAR/Sindicato Rural de Campinorte, não só proporcionou um espaço para networking e negócios, mas também foi uma oportunidade única para os participantes se atualizarem com as mais recentes técnicas e tecnologias do agronegócio. As oficinas e palestras oferecidas durante o evento abordaram temas cruciais como gestão sustentável, inovação tecnológica, e práticas agrícolas avançadas, beneficiando diretamente produtores rurais e cooperativas que buscam aprimorar sua eficiência e competitividade no mercado atual.

A importância de Ainor Lotério em eventos como a FENACAMPI reside na sua capacidade de conectar teoria e prática, proporcionando aos participantes ferramentas tangíveis para melhorar suas operações e promover um crescimento sustentável. Seus conhecimentos em filosofia e teologia acrescentam uma dimensão ética e humanística às discussões sobre empreendedorismo e cooperativismo, destacando a importância de valores como ética, solidariedade e responsabilidade social.

No contexto das palestras sobre mulheres cooperativistas e empreendedoras, Lotério destaca o papel fundamental das mulheres não apenas como executivas e líderes de negócios, mas também como agentes de transformação social. Ele enfatiza a necessidade de criar ambientes inclusivos e igualitários dentro das cooperativas, onde o talento e a capacidade das mulheres sejam plenamente reconhecidos e aproveitados. Suas palestras são um chamado à ação para que as cooperativas reconheçam e valorizem o potencial das mulheres, proporcionando-lhes as condições necessárias para prosperar e contribuir de maneira significativa para o crescimento sustentável das comunidades onde estão inseridas.

 

Palestra “Mulher Brilhante” no 15º Encontro de Mulheres Cooperativistas da COAPIL-Piracanjuba-GO

O professor Ainor Lotério palestrou no 15º Encontro de Mulheres Cooperativistas da COAPIL-Piracanjuba-GO, levando de forma dinâmica e interativa o tema  “A Mulher Brilhante: Ânimo, Amor e Bom Humor para Transformar Vidas”, em Piracanjuba-GO. O evento teve o apoio do Sistema OCB/Sescoop-GO.
Foi uma tarde inesquecível, repleta de inspiração, conexão e aprendizado, onde recebemos mais de trezentas mulheres de Piracanjuba, Hidrolândia e Bela Vista de Goiás.

De acordo com Milla, Coordenadora do Encontro, com boas-vindas calorosas e uma dinâmica interativa de início, além de histórias emocionantes de mulheres se redescobrindo, o brilho foi espalhado já no início, motivando o entrosamento entre as mulheres. Ainor Lotério, nosso estimado palestrante, entrou no ambiente pedalando uma bicicleta e disse: “Viver é como andar de bicicleta: quando mais se pedada, mais se obtém resistência, se mantém o equilíbrio e harmonia com na estrada da vida”. Ainda masis encantou a todos ao apresentar (com seu violão) uma canção que se tornou uma espécie de hino do encontro:
“VOCÊ NASCEU PRA BRILHAR, MULHER (2X)
ESTÁS AQUI PRA SER FELIZ, MULHER (2X).
Ser fortaleza na família/ dedicação do dia/ és amor, és alegria!”

As participantes foram inspiradas por informações, dados e histórias poderosas de superação e determinação. Juntos, criaram mapas dos sonhos que ajudarão a guiar passos futuros. Discutimos a força transformadora do amor em suas diversas formas, a questão da violência contra a mulher, o seu espírito empreendedor, os valores e princípios do cooperativismo, entre outros.

Há desafios e caminhos a serem percorridos pelas mulheres, como conciliar a vida pessoal e familiar com a vida profissional. A sociedade moderna espera que além de realizadas profissionalmente, elas sejam boas mães, eficientes no cuidado com a casa e atraentes para seus maridos. Precisam buscar e construir mais conhecimento.

Como as Mulheres e as Cooperativas podem agir?
A resposta está na educação cooperativista, na participação ativa na cooperativa e comunidade, na atuação no mercado de trabalho, na formação humana e profissional e no fortalecimento das famílias.
Houve um intenso compartilhamento de experiências tocantes sobre como o amor e a compaixão mudaram vidas e comunidades. Também aprendemos sobre a importância do bom humor para superar desafios, riram juntos, praticaram exercícios lúdicos e saíram mais leves e felizes.

Para conquistar o que desejam ser, as mulheres precisam definir e atingir objetivos, superar crenças e bloqueios, lidar com a insegurança e ansiedade, e ter coragem para enfrentar suas crises.
Alguns conselhos importantes repassados às mulheres foram: “Inicie um novo capítulo na sua vida!”; “Aproveite o agora com toda intensidade!”; “Seja sempre autêntica!”; “Aceite cada instante da sua jornada!”; “Descubra os poderes do perdão!”; “Nos momentos difíceis, medite para renovar o ânimo!”; “Lembre-se: crescemos com os desafios diários!”; “Compreenda a força do presente!”

O Presidente da COAPIL, Astrogildo Gonçalves Peixoto, e seu Vice-Presidente, José Lourenço, participaram do evento do início ao fim, deixando uma mensagem forte às Mulheres Cooperativistas: “Uma mulher brilhante não é apenas aquela que alcança o sucesso, mas aquela que, em sua jornada, ilumina os caminhos ao seu redor, inspirando e empoderando outros a descobrirem sua própria luz interior. Sua força reside na capacidade de equilibrar gentileza e firmeza, de ser resiliente frente aos desafios e de cultivar a sabedoria que transforma o cotidiano em algo extraordinário.”

As rodas de conversa nos intervalos e nas mesas foram um verdadeiro sucesso, promovendo uma troca rica de ideias e experiências. As atividades práticas engajaram todas e proporcionaram momentos de profunda reflexão e alegria.

“O evento foi simplesmente incrível! Saí de lá renovada e cheia de ideias para colocar em prática.” — Ana. 

“Senti uma conexão verdadeira com todas as mulheres presentes. Foi uma experiência enriquecedora.” — Luciana.

A mensagem final, em meio a aplausos e emoção, deixada por Ainor Lotério com seu violão foi: “Mulheres, que vocês sejam muito felizes na jornada amorosa e empreendedora da vida!”

“Esse evento inesquecível, repleto de brilho, ânimo e bom humor, marca mais um capítulo de sucesso na história do Encontro de Mulheres Cooperativistas da COAPIL. Que continuemos a inspirar e ser inspirados, transformando vidas e construindo um futuro ainda mais brilhante para todas as mulheres cooperativistas.”, comentou Milla.

Palestra: “Qualidade de Vida da Pessoa Idosa 60+: Mente e Corpo em Equilíbrio (com as Sete Direções)”

O “Encontro SESC 60+: Promovendo Qualidade de Vida e Equilíbrio para a Terceira Idade com Palestra Exclusiva de Ainor Francisco Lotério!”

Realizado em Matinhos, Paraná, é mais do que um evento, é uma celebração da vida e da experiência. Organizado pelo SESC-PR, esse encontro anual reúne pessoas idosas de diversas cidades do Paraná para compartilhar momentos de convivência, interação e aprendizado. Como destaque deste ano, o renomado palestrante Ainor Francisco Lotério apresentou uma palestra exclusiva sobre “Qualidade de Vida da Pessoa Idosa 60+: Mente e Corpo em Equilíbrio (com as Sete Direções)”. Lotério, conhecido por encantar o público com suas palestras inspiradoras e musicadas.
Já foi palestrante em edições anteriores deste grandioso evento, sendo aguardado com grande expectativa pelos participantes. Este encontro é o ponto alto de uma série de atividades realizadas diariamente, proporcionando aos idosos momentos enriquecedores e significativos para uma vida plena e saudável.

Na busca pela felicidade e pelo bem-estar na terceira idade, podemos nos inspirar no modelo holístico das Sete Direções, que oferece um caminho para o equilíbrio integral. Honrar o passado (atrás de ti) nos convida a reconhecer e valorizar as experiências vividas, transformando memórias em sabedoria e gratidão.

Fortalecer relações sociais (à direita e à esquerda de ti) é essencial para cultivar conexões significativas com familiares, amigos e comunidade, proporcionando apoio emocional e senso de pertencimento ao longo do caminho da longevidade.

Cuidar da saúde física, mental e espiritual (abaixo, acima e dentro de ti) é uma prioridade constante. Manter uma rotina de exercícios adequados, alimentação balanceada e cuidados médicos é fundamental para promover o bem-estar físico. Ao mesmo tempo, nutrir a espiritualidade e cultivar a paz interior contribuem para uma mente saudável e equilibrada.

Enquanto isso, manter a criatividade e objetivos (À frente de ti) mantém a chama da vitalidade acesa. Explorar passatempos, aprender novas habilidades e definir metas pessoais ajuda a manter a mente ativa e a alimentar o espírito de conquista, renovando constantemente o sentido e a motivação na jornada da vida.

Ao adotarmos esse modelo holístico, integrando todas as dimensões do ser humano, podemos encontrar um equilíbrio verdadeiro e duradouro, construindo uma terceira idade repleta de significado, realização e felicidade.

A qualidade de vida na terceira idade é vital para uma vivência plena, saudável e feliz dos anos dourados, abrangendo aspectos físicos, mentais, emocionais e sociais. Benefícios incluem saúde física, prevenindo doenças crônicas, e saúde mental, evitando depressão e ansiedade.

Manter autonomia e independência é crucial, assim como fortalecer laços sociais para combater a solidão. Ter propósito de vida, com objetivos e projetos, é essencial. Promover a qualidade de vida envolve cuidados físicos, estimulação mental, interação social, propósito de vida, cuidados mentais e adaptação do ambiente. É um direito e um investimento no futuro de uma sociedade inclusiva e feliz.

 
 

Cooperativismo e Arteterapia: Curso em Pinhalzinho-SC Encanta o Núcleo Feminino da CooperItaipu

Cooperativismo e Arteterapia: Curso em Pinhalzinho–SC fortalece laços e empodera mulheres cooperativistas através da confecção de bonecas de pano.

O Curso de SENSIBILIZAÇÃO ao COOPERATIVISMO para mulheres do Núcleo Feminino da Cooper Itaipu, na cidade de Pinhalzinho–SC, reuniu 40 mulheres cooperativistas, que permaneceram envolvidas, encantadas e participando ativamente dos temas abordados sobre a história do cooperativismo, princípios e valores do cooperativismo, envolvendo-se ativamente nas dinâmicas de cooperação, com entrosamento e bom humor, com o renomado palestrante Ainor Lotério.

No período da tarde foi realizado a sensibilização para o cooperativismo através da arteterapia, com a confecção de bonecas de pano com a arteterapeuta Marisa Melim. Foi utilizado o conto Vasalisa (Estés), uma narrativa que valoriza a coragem, a determinação e a sabedoria das mulheres, mostrando às mulheres sua capacidade de enfrentar e superar os desafios, mesmo em situações adversas e destacando também a importância da conexão com outras mulheres, com suas próprias raízes e tradições como fonte de intuição, força e empoderamento.

As mulheres foram convidadas a confeccionarem cada uma a sua boneca de pano, com os materiais disponibilizados (tecidos, fibras, agulhas, linhas, flores, miçangas, fitas, cola, lãs, cola, entre outros) pela arteterapeuta. Foi uma atividade significativa e enriquecedora para a sensibilização das mulheres cooperativistas, auxiliando-as a se conectar com suas próprias experiências e identidades, compartilhar suas histórias e fortalecer seus laços comunitários. A confecção das bonecas proporcionou momentos de cooperação, interação, troca de experiências, auxílio e orientação manual, conversas sobre os tempos vividos na infância com suas mães e avós, tendo como resultado belos momentos de harmonia, superação e diversão. Foi emocionante ouvir mulheres falando sobre quando ganharam suas bonecas e qual a importância da boneca na vida de cada uma, algumas receberam bonecas somente na fase adulta, outras relembraram com carinho a primeira boneca que os pais a presentearam, outras que a avó fazia as bonecas dela.

A boneca na vida da mulher está relacionada à sua capacidade de proporcionar conforto emocional, expressão criativa, conexão com a própria infância e até mesmo servir como um símbolo de feminilidade, representando características como beleza, delicadeza e cuidado. É usada também para transmitir valores, tradições e histórias de uma geração para a outra.

A sensibilização para a cooperação criou um ambiente no qual as mulheres puderam compreender e explorar suas próprias habilidades, necessidades, potenciais e perceber a importância da sua participação ativa e engajada na vida cooperativa, contribuindo de forma significativa e eficaz no contexto cooperativo para o desenvolvimento sustentável das comunidades rurais.

ARTETERAPIA ENCANTA MULHERES NO CURSO DE SENSIBILIZAÇÃO AO COOPERATIVISMO (Sicoob Serra Alta-SC).

ARTETERAPIA ENCANTA MULHERES NO CURSO DE SENSIBILIZAÇÃO AO COOPERATIVISMO (Sicoob Serra Alta-SC).

Em Serra Alta–SC, o curso de SENSIBILIZAÇÃO ao COOPERATIVISMO, SICOOB CredItaipu — em Cooperação com o SESCOOP-SC, aconteceu no auditório do SICOOB do município.

O palestrante Ainor Lotério transmitiu com maestria os ensinamentos sobre a história do cooperativismo, princípios e valores do cooperativismo, viver em cooperação, fortalecimento da mulher na família e na cooperativa. Estiveram presentes no evento 40 mulheres cooperadas, que participaram ativamente das dinâmicas de cooperação, demonstrando grande interesse por todos os assuntos trabalhados.

No início da tarde a arteterapeuta Angela Melim, realizou um momento de envolvimento e troca de experiências através do conto Vasalisa (Estés), uma narrativa que valoriza a coragem, a determinação e a sabedoria das mulheres, mostrando às mulheres sua capacidade de enfrentar e superar os desafios, mesmo em situações adversas e destacando também a importância da conexão com outras mulheres, com suas próprias raízes e tradições como fonte de intuição, força e empoderamento. Fortalecendo ainda mais o tema do curso, sensibilização ao cooperativismo, foram confeccionadas bonecas de pano com os materiais disponibilizados (tecidos, fibras, agulhas, linhas, flores, miçangas, fitas, cola, lãs, cola, entre outros), que foram feitas por cada uma das participantes do curso de forma organizada, intuitiva, sensível, harmoniosa, alegre, colaborativa e cooperativa. Muitas histórias foram sendo compartilhadas, umas das mais emocionantes foi de uma mulher que chorou ao relatar que tinha 22 anos quando ganhou a primeira boneca e que iria guardar com muito carinho a boneca que fez.

As bonecas podem representar aspectos da identidade feminina, auxiliando as mulheres a explorar e fortalecer sua autoimagem e autoestima. Além disso, o processo de criar as bonecas pode ser terapêutico, proporcionando um espaço seguro para lidar com questões emocionais e promover a cooperação através da partilha de experiências e histórias entre as mulheres envolvidas. No contexto da arteterapia e da promoção da cooperação com mulheres, criar bonecas pode ser uma forma de expressão e empoderamento feminino.

Desta forma confeccionar bonecas pode promover um senso de comunidade e pertencimento, incentivando a colaboração e a cooperação entre os participantes. Assim, as bonecas podem ser uma ferramenta poderosa para sensibilizar as pessoas para os valores e princípios do cooperativismo, inspirando uma mudança positiva nas relações pessoais, interpessoais e na sociedade na totalidade.

 

Curso – Sensibilização da Mulher para o Cooperativismo – Núcleo Feminino da CooperItaipu (Programa Mulheres Cooperativistas/Ocesc/Sescoop-SC).

Curso de Capacitação Cooperativista destaca papel das mulheres em cooperativas de Santa Catarina.

Um evento marcante foi realizado em Pinhalzinho, sede da CooperItaipu, em parceria com o Programa Mulheres Cooperativistas da OCESC/Sescoop-SC.
O foco desse encontro foi capacitar cooperadas, esposas, filhas de cooperados e colaboradoras de cooperativas de todos os ramos de atividade do cooperativismo no Estado de Santa Catarina.

Com a duração de oito horas, o curso teve como objetivo principal oferecer capacitação cooperativista, visando conscientizar, preparar e organizar as mulheres para atuarem de forma comprometida e participativa no quadro social das cooperativas. Realizado em cooperação com o Sescoop/SC, o evento destacou a importância das mulheres na essência do cooperativismo, tanto em suas vidas pessoais e familiares quanto nas comunidades em que estão inseridas.

Ministrado pelo Prof. Ainor Lotério, instrutor e palestrante em cooperativismo, o curso contou com a participação especial da Prof.ᵃ e Arteterapeuta Marisa Melin. Esta última trouxe uma abordagem inovadora, conduzindo uma vivência intitulada “Arteterapia para a Sensibilidade Cooperativa”.

“A arteterapia é uma prática terapêutica que utiliza recursos expressivos para facilitar o autoconhecimento e a possibilidade de transformação para uma melhor qualidade de vida”, afirmou Marisa Melin. Ela ressaltou ainda a importância de sensibilizar, conscientizar e motivar as mulheres para o comprometimento cooperativo em suas comunidades.

Durante o curso, foram explorados os princípios, valores e história do cooperativismo, destacando a interconexão entre as palavras fundamentais que o compõem: cooperativismo, cooperar, cooperação, cooperativista e cooperativa. Esses conceitos formam a base de um modelo socioeconômico baseado na cooperação, solidariedade e participação democrática, visando o benefício mútuo de seus membros e o desenvolvimento sustentável das comunidades.

O evento foi um sucesso e reforçou o papel essencial das mulheres no fortalecimento do cooperativismo em Santa Catarina. A partir dessa capacitação, espera-se que as participantes estejam ainda mais preparadas para contribuir significativamente para o crescimento e a prosperidade das cooperativas e de suas comunidades.

Curso de LCO-Linguagem, Comunicação e Oratória Celebrativa (Ribeirão Matilde, Atalanta-SC)

Curso de Linguagem, Comunicação e Oratória Celebrativa Fortalece a Vivência da Fé em Ribeirão Matilde.

A Comunidade Católica Santa Terezinha do Menino Jesus, localizada em Ribeirão Matilde, Atalanta–SC, promoveu um curso inovador voltado para fortalecer a comunicação durante as celebrações cristãs. Ministrado pelo renomado comunicador Ainor Francisco Lotério, o curso teve como objetivo capacitar os participantes a transmitir a Palavra de Deus de forma clara e impactante.

Dividido em quatro módulos, o curso combinou teoria e prática em oito horas de duração. Os participantes aprenderam técnicas de expressão oral, orientações espirituais, a arte da leitura em celebrações, e a importância da clareza e simplicidade na comunicação litúrgica.

Além disso, o conteúdo do curso foi adaptado para refletir a composição da comunidade, considerando sua fundação, número de fiéis, origens étnicas e faixa etária dos participantes, proporcionando uma abordagem personalizada e relevante.

Durante o curso, foram discutidos os desafios enfrentados pelas equipes de liturgia, leitores e coordenadores, sendo exploradas maneiras práticas de superá-los. Os participantes receberam materiais físicos e digitais sobre o tema, além de uma lista de referências e fontes.

A iniciativa não apenas fortaleceu as celebrações cristãs na comunidade, mas também beneficiou os participantes individualmente, contribuindo para o crescimento espiritual e a unidade da comunidade na totalidade. No final do curso, os participantes receberam certificados de participação, reconhecendo seu empenho e dedicação na busca pela excelência na comunicação e oratória celebrativa.

A leitura durante celebrações e missas desempenha um papel crucial na transmissão das Sagradas Escrituras e na comunicação da mensagem religiosa aos fiéis. Aqui estão alguns conselhos e instruções sobre a arte da leitura em celebrações e missas. Por essa razão destacamos alguns CONSELHOS E INSTRUÇÕES SOBRE A ARTE DA LEITURA EM CELEBRAÇÕES E MISSAS repassados aos participantes:

  1. Preparação Adequada: processo de se organizar, pesquisar e praticar antes de comunicar.
    — Antes da celebração, reserve um tempo para ler e compreender completamente o texto que será lido.

    — Pratique a leitura em voz alta várias vezes para se familiarizar com o ritmo, entonação e pronúncia correta das palavras.
  2. Respeito e Reverência: cortesia e apreciação pela dignidade e sensibilidade dos ouvintes.
    — Aborde a leitura com respeito e reverência, reconhecendo a importância das Sagradas Escrituras na vida espiritual dos fiéis.

    — Mantenha uma postura reverente e uma expressão facial calma e serena durante a leitura.
  3. Clareza e Entonação: pronúncia precisa das palavras e frases.
    — Leia o texto com clareza e articulação, garantindo que cada palavra seja compreendida pelos ouvintes.
    — Varie a entonação conforme o conteúdo do texto, destacando passagens importantes e transmitindo emoção quando apropriado.
  4. Pausas Significativas: intervalos deliberados e estratégicos durante a comunicação oral
    — Faça pausas adequadas nos lugares certos do texto para permitir que os fiéis assimilem o significado das palavras e reflitam sobre sua mensagem.

    — Evite ler muito rápido ou de forma monótona, pois isso pode dificultar a compreensão e o impacto do texto.
  5. Evite Distrações: minimizar ou eliminar elementos que desviem a atenção do público.
    — Elimine qualquer distração que interfira na leitura, como movimentos desnecessários ou ruídos de fundo, mantendo o contato visual com o povo.

    — Mantenha o foco no texto e no seu significado, evitando distrações externas que prejudiquem a comunicação da mensagem.
  6. Atenção à Pronúncia e Dicção: qualidade e clareza com que as palavras são articuladas e pronunciadas durante a fala.
    — Certifique-se de pronunciar corretamente cada palavra, especialmente os nomes próprios e termos específicos das Escrituras.

    — Preste atenção à dicção, evitando mumbling (falar de forma ininteligível, resmungando) ou falar rápido demais.
  7. Espírito de Serviço: colocar o interesse do público em primeiro lugar — disposição para servir.
    — Encare a leitura como um serviço à comunidade, contribuindo para a edificação espiritual dos fiéis por meio da Palavra de Deus.

    — Esteja disposto a se colocar à disposição para realizar a leitura sempre que necessário, demonstrando um espírito de serviço e dedicação à comunidade de fé.

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.” (2 Tm 3, 16–17).

Seguindo esses conselhos e instruções, os leitores podem desempenhar um papel significativo na transmissão da Palavra de Deus durante as Missas e Celebrações, contribuindo para a experiência espiritual dos fiéis e promovendo uma compreensão mais profunda das Sagradas Escrituras.

Sugestões de bibliografia:
— A Arte da Leitura na Liturgia (2017) — Padre José Antonio dos Santos.
— Ler a Bíblia com o Coração: subsídios para a leitura orante da Palavra de Deus(2016)-Dom Luiz Gonzaga Fernandes
— Proclamar a Palavra: reflexões sobre a leitura das leituras bíblicas na liturgia (2004)-Dom Dilton Gonçalves dos Santos.

Amor, Educação e Comunidade: O Caminho do Progresso Cooperativista (Ainor Lotério)

AMOR, EDUCAÇÃO E COMUNIDADE: O CAMINHO DO PROGRESSO COOPERATIVISTA
(Ainor Lotério)

Em versos entrelaçados, a melodia se ergue,
O afeto pelo próximo, a cada verso segue.
No coração da cooperação, a fé resplandece,
E a esperança floresce, onde a paz se aquece.

No jardim da fraternidade e da doação,
Desponta a solidariedade, semeando a união.
Raízes profundas na compaixão e na luz,
Caminhamos juntos, sob um resplandecente Farol que nos conduz.

Na harmonia da cooperação, a vida se renova,
Cada gesto de altruísmo, um raio de nova aurora.
Sete princípios como faróis a guiar,
Pela estrada da generosidade, a nos inspirar.

De Rochdale à eternidade, um legado de carinho,
O cooperativismo floresce, em cada caminho.
De cada alma para o todo, um hino de paz,
Transformando corações, em raios de fervor audaz.

Dos tempos antigos aos dias de agora,
O cooperativismo se renova, sem ir embora.
Uma força que avança, em eterna transformação,
Quebrando os obstáculos, com fé e devoção.

Em valores e princípios, a sinfonia ressoa,
Cada membro, um participante em sua escolha.
Cada sócio, um guia, regendo a canção,
Conduzindo a melodia, com amor e dedicação.

Adesão livre, como convite ao dançar,
Sem fronteiras, num baile a encantar.
Gestão democrática, a voz de todos a ecoar,
Decisões em harmonia, num único soar.

Participação econômica, a força do afeto,
Distribuindo prosperidade, num divino cometimento.
Autonomia e independência, a base da harmonia,
Seguimos juntos, na mesma sincronia.

Educação e informação, faróis de luz,
Guiando nossos passos, com brilho reluz.
Intercooperação, mãos dadas em oração,
Rede de amor, onde nasce a união.

Interesse pela comunidade, o ritmo do coração,
Servir ao próximo, nossa eterna vocação.
Do passado ao presente, a jornada a persistir,
O cooperativismo, em poesia, a sempre existir.

Num estilo poético, mas em profunda refl